Estudo: Agile e DevOps reduzem o volume, o custo e o impacto dos defeitos de produção

Uma pesquisa realizada para a Micro Focus pela The Harris Poll mostra que o Agile e o DevOps reduzem o custo de um defeito quando comparados ao Waterfall.

white-angled

As organizações que usam Agile ou DevOps para desenvolvimento e fornecimento de software observam que essas metodologias estão ajudando a reduzir o impacto de defeitos que chegam à produção. No entanto, os defeitos continuam aparecendo na produção, e mesmo defeitos de baixo impacto podem ter um efeito prejudicial cumulativo em uma marca.

Uma pesquisa recente realizada para a Micro Focus pela The Harris Poll investigou como as organizações monitoram o custo de defeitos funcionais, de desempenho e de segurança, a discriminação desses custos e, se metodologias incrementais de desenvolvimento de software como Agile e DevOps, ajudam a reduzir o custo quando comparadas ao desenvolvimento de software Waterfall.

Baixe este white paper para saber as principais descobertas, dentre as quais:

  • Métodos Agile e DevOps ajudam a reduzir o impacto dos defeitos de produção.
  • Defeitos de baixo impacto se combinam para gerar um efeito cumulativo maior.
  • Muitas organizações monitoram o custo dos defeitos para descobrir os problemas que levaram a eles.
  • Riscos de segurança são os que mais contribuem para o custo.
  • Os muitos desafios no gerenciamento ou redução de defeitos são semelhantes e independem da metodologia de desenvolvimento.
  • A distribuição de defeitos é semelhante entre Waterfall vs. Agile/DevOps.

O white paper também inclui várias recomendações práticas para ajudar as organizações a reduzir o número de defeitos na produção e respectivos impacto e custo.

Observação: Este item está disponível apenas em inglês.

White paper: Importance of contribution to the cost of a defect
release-rel-2020-9-2-5123 | Tue Sep 15 18:06:14 PDT 2020
5123
release/rel-2020-9-2-5123
Tue Sep 15 18:06:14 PDT 2020